Você é empresário? Sua família tem uma empresa? Quer que o seu  negócio cresça cada vez mais? Neste artigo você irá conhecer 07 dicas jurídicas para proteger o patrimônio da sua empresa e evitar muitos problemas no futuro.

1. Esteja sempre preparado

Esteja sempre  preparado para as situações de risco e os problemas que poderão acontecer durante a negociação ou durante a venda/execução do serviço, e não se esqueça que também podem ocorrer situações de stress  durante o pós-venda. Como diz o antigo ditado: é melhor prevenir do que remediar. Cada vez mais empresas têm contratado serviços de assessoria jurídica mensal, justamente para reduzir os riscos de problemas antes não percebidos.

2. Cuidado ao comprar uma empresa que já esteja em funcionamento

Se você adquire uma empresa que já está em funcionamento, é responsável pelas obrigações de seu antecessor, sejam elas trabalhistas ou  tributárias. Porém, se o negócio valer a pena assim mesmo, cuidado com o “tempo de casa” dos funcionários da empresa adquirida. Se o negócio não der certo e tiver que ser encerrado, os encargos trabalhistas podem ser altos.

3. Muita atenção ao cliente

Seu maior patrimônio como empresa é o seu cliente, portanto, erros no atendimento ou no produto entregue podem causar processos de reparação de danos e prejudicar a imagem da pessoa jurídica. Assim, é aconselhável que redija contratos com o cliente que vislumbrem todas as especificidades de seu produto, sem deixar de abordar as cláusulas penais para casos de descumprimento e situações em que seu cliente não honrará o pactuado.

4. Leia e releia qualquer contrato antes de assinar

Não assine nenhum contrato sem pensar, ler e reler suas cláusulas. O empresário precisa ter uma atenção muito grande ao assinar contratos com os fornecedores. Jamais assine um contrato sem ter a certeza de que entendeu todos os detalhes e de que não haverá prejuízos em caso de desistência ou encerramento imprevisíveis.

5. Cuidado com os contratos de trabalho

Um contrato de trabalho bem formulado, contendo o ramo da atividade empreendida, detalhes da região, modo de trabalho e quaisquer outras especificidades que a atividade exija, com certeza, evitará processos trabalhistas e, consequentemente, condenações absurdas que desestruturam a saúde financeira da sua empresa.

6. Fique sempre de olho no nível de inadimplência

Combata a inadimplência  diuturnamente!Esse trabalho tem início com a atuação preventiva do jurídico, dos empresários e de todos os funcionários, de modo a evitar que as inadimplências de clientes resultem em grandes prejuízos. Caso necessário, recorra ao Judiciário para recuperar os créditos considerados perdidos.

7. Antes de qualquer decisão importante, fale com um advogado especialista

Antes de fechar um negócio importante ou tomar uma decisão que não é corriqueira, fale com um advogado. Contratar uma assessoria jurídica é um investimento imprescindível se o empresário pretende evitar erros que possam levar à falência de sua empresa. Lembre-se: contratar um advogado é um belo investimento para sua tranquilidade, pois evita prejuízos que podem levar seu negócio à ruína.

Ficou com alguma dúvida? Será um prazer esclarecer para você. Fale com nossa equipe no WhatsApp pelo (54) 99924-1110 ou ligue para (54) 3286-1986 e agende um horário para conversarmos.

Estamos sempre à sua inteira disposição.


Marcos Bulsing

Advogado, inscrito na OAB/RS 83.519 Graduado em direito na Universidade de Caxias do Sul-RS Corretor de Seguros desde 2005, inscrito na SUSEP, nº 10.0578517 Profissional com mais de 15 anos de experiência no mundo corporativo, com ênfase nos setores bancário, trabalhista e securitário.

66 comentários

Deixe uma resposta